Localização das Berlengas

As Berlengas localizam-se a 15 Km da Costa Oeste de Peniche, mais propriamente de Cabo Carvoeiro.

Peniche, pertencente ao distrito de Leiria, é a cidade mais ocidental da Europa Continental e embora seja uma península (criada por um tombolo – acidente geográfico que faz com que uma ilha seja unida ao continente por uma estreita faixa (barra) resultante da acumulação de sedimentos (areia ou terra), que se formou durante o século XVII, fonte: Wikipédia), foi outrora uma ilha.

Desde a Pré-História que o Homem demonstrou interesse e ocupou este território, o qual acolheu também as mais variadas e antigas civilizações (Fenícios e Romanos).

Mapa das Berlengas

Mapa das Berlengas na geografia de Portugal continental

Mapa das Berlengas
Mapa das Berlengas

A região

Cabo Carvoeiro

Um local muito ligado ao mar e à vida piscatória, toda a sua população vivia do peixe e do sal, e também da agricultura. Esta região tem longas e belas praias, razão pela qual o turismo balnear já tem bastante expressão nos dias de mais calor.

O ponto mais ocidental da Península de Peniche é o Cabo de Carvoeiro, onde a cerca de seis milhas, localiza-se a Reserva Natural das Berlengas.

O Cabo Carvoeiro, o cabo mais ocidental da costa continental portuguesa, representa um valioso património geológico e paisagístico e é constituído por imensas falésias calcárias.

Para além de ser um verdadeiro observatório natural de aves, podemos visitar o Santuário de Nossa Senhora dos Remédio que remonta ao século XVIII e o Farol do Cabo Carvoeiro (25 mt.), construído para evitar os imensos naufrágios sucedidos nestas águas.

A Gruta da Furninha testemunha a presença do Homem de Neandertal, ou seja, há cerca de 20.000 anos.

Veja ainda:

Geografia das Berlengas

Coordenadas do Ponto Central

  • Longitude: W 09º 30º
  • Latitude: N 39º 24º
  • Área Terrestre: 104 ha
  • Área Marítima: 9456 ha
  • Área Total: 9560 ha

As Berlengas localizam-se na costa oeste da Península Ibérica, a Ocidente do Cabo Carvoeiro – Peniche, e são um arquipélago constituído por um enorme bloco de granito, representado por três pequenos ilhéus – a Berlenga Grande, que ilustra ⅔ da superfície total da ilha, estando separada devido a uma erosão marítima de uma ilha mais pequena, a Ilha Velha, acompanhada por dois recifes adjacentes, as Estelas e os Farilhões.

É uma Reserva Natural, a qual não oferece fáceis acessos a toda a ilha (unicamente de acesso aéreo ou marítimo), existindo no entanto, 2 Km de trilhos onde é possível desfrutar da beleza única de grande parte da ilha.

Arquipélago das Berlengas

1

Berlenga Grande

2

Estelas

3

Farilhões

Ilhas, ilhéus e rochas do Arquipélago das Berlengas

  • Ilha da Berlenga
  • Ilhéu da Pont
  • Cerro da Velha
  • Ilhéu dos Soldados
  • Ilhéu da Quebrada
  • Ilhéu da Lagoa
  • Rinchão
  • Pedra Negra
  • Ilhéu Maldito
  • Ilha Edralão
  • Ilha Estela
  • Meda do norte
  • Meda do Sul
Localização das Berlengas Arquipélago das Berlengas

As Berlengas possuem desde de 2011 o selo da Unesco, como Reserva Mundial da Biosfera, pois representam uma exímia importância relativamente ao seu precioso ecossistema, recheado de uma fauna de grande valor ao nível marinho e avifauna, tal como ao nível botânico.

A reserva marinha conta com cerca de 10 ha enquanto que a reserva terrestre com 104ha., onde a Berlenga e as Estelas são constituídas por rochas magmáticas, de granitos vermelhos e os Farilhões, de rochas metamórficas, ou seja, xistos e gnaisses.

As montanhas deste arquipélago estão repletas de falhas tectónicas que ocasionaram belíssimas grutas, visitadas por milhares de pessoas por ano.

O seu clima tem uma grande influência atlântica, mas também mediterrânea, promovendo por vezes ventos muito fortes. Chove intensamente nos meses de Inverno e é por vezes bastante árido nas meias estações.